Coisas de amor largadas na noite





anjo IV







Lágrimas de anjo viram jujubas. Vermelhas, as de paixão. Que são as mais saborosas, apesar de mancharem o travesseiro. Nosso anjo viu os olhos azuis de uma anja e neles encontrou o reflexo d’Ele. Antes que me pergunte, anjos trepam. Anjos não têm sexo. Mesmo assim, fazem. Amor de anjo é puro, mas o caminho para Vênus anda cheio de meteoritos que machucam as asas. No depois, não fumam. Balançam os pezinhos, e agitam os bracinhos, e assim fazem aquela brisa que sentimos no começo da manhã. Toda brisa que bate no rosto das gentes numa manhã de sol é orgasmo de anjo. Sorria para as brisas! Mas nosso anjo, sempre um tanto quanto desbocado, ensaca jujubas roxas. “Merda!”. Jujubas roxas são lágrimas que anjos derramam quando sentem saudades.





André Gonçalves é nascido em Niterói, teve passagem por Belo Horizonte, e hoje vive em Teresina. Encontre-o aqui: www.farinhada.blogspot.com.

Nenhum comentário: