Sebastião e Danilo

era uma vez

Sebastião era um sapo. Danilo era um grilo. Simples assim.

Enquanto no resto do mundo os sapos comiam os grilos e os grilos fugiam dos sapos, os dois viviam muito bem, obrigado, e eram felizes.

A verdade é que Sebastião e Danilo eram amigos com muitas coisas em comum. Os dois eram verdes. Os dois viviam saltando. Os dois adoravam plantas de folhas largas. Os dois viviam na beira da mesma lagoa. Os dois adoravam cantar à noite.

Aliás, foi essa história de soltar a voz que fez os dois ficarem famosos.

Em noite de lua clara, vinha a bicharada toda para ouvir a cantoria. A coruja lá no alto da árvore, os peixinhos dentro da lagoa. Os bois bem grandes e fortes, os mosquitinhos pequenininhos. A lesma bem devagar e os coelhinhos correndo, correndo.

Só que o sucesso era tanto que logo começou a confusão. Teve uma noite em que as libélulas, apaixonadas pelo grilo, começaram a gritar: "Danilo! Danilo! Danilo!"

Os jacarés, que eram fãs do sapo, fi caram com muita raiva daquilo e logo puxaram o coro: "Sebastião! Sebastião! Sebastião!"

A coisa foi esquentando e logo os bichos estavam divididos. Meio a meio, um tanto de cada lado. De uma hora pra outra começou a briga.

Era pena voando daqui, água espirrando dali, miados, mugidos, piados, latidos, rosnados, tudo numa bagunça tão grande que ninguém escutava mais a música.

No meio daquilo tudo, Sebastião e Danilo saíram de mansinho e nunca mais voltaram àquela lagoa, para a tristeza da bicharada.

Mas se você for com cuidado, sem fazer nenhum barulho, em um certo brejo não muito longe dali, vai ouvir bem baixinho, quase um sussurro, a música mais bonita daquela região. Sem público, nem confusão, os dois continuam juntos, amigos, uma dupla de verdade. Cantando sempre, só mesmo porque cantar é muito bom.

Maurilo Andreas,

autor deste conto, é redator publicitário e criador do blog Pastelzinho.

Ilustração: Rogério Fernandes

5 comentários:

redatozim disse...

Olá, olá, sou Maurilo Andreas o autor do conto e você não imagina como fiquei feliz em achá-lo aqui.

Você achou na revista Nova Escola? Me conta depois como você encontrou porque além de satisfeito, fiquei curioso rs

Obrigado e um beijo, Maurilo.

a mão que afaga o gato disse...

Maurilo,

Eu gosto muito da revista, as Seçôes Era Uma Vez e Estante são as favoritas e também porque minha filha é uma das Designers que trabalham na Nova Escola. E agora sou fã do Pastelzinho...Beijos

Anônimo disse...

E eu, e eu, e eu aqui, ó, ao litoral sul do Brasil! Sou assinante e li a revista NOVA ESCOLA digitei o nome do conto no Google e cheguei a cá! Parabéns !
Abraço da Fatima de Laguna/SC

Prof. Celso disse...

Eu, particularmente, não trabalharia esse texto com meus alunos.

Anônimo disse...

esse texto é maravilhoso e eu trabalharia sim com os meus alunos como ja trabalhei.esse texto fala e demonstra que existem verdadeiras amizades.

ass:profªsilvana / SP