Roda-Viva

Trilha sonora do filme Cabra-cega de Toni Venturi/2004
arte respirando, dançando, vivendo arte.
Puro ser poesia do príncipio ao fim que não tem fim.



Tem dias que a gente se sente

Como quem partiu ou morreu

A gente estancou de repente
Ou foi o mundo então que cresceu

A gente quer ter voz ativa
No nosso destino mandar

Mas eis que chega a roda-viva
E carrega o destino pra lá


(Chico Buarque)


Nenhum comentário: