A vida é tão rara...

Pare um pouco, ouça a música.

Deixe o tempo - sempre o bendito tempo - num cantinho e sinta o nó fluir. Que nó?

- Oras, aquele tipo de nó que todas as primeiras palpitações geradas por emoções que despertaram boas lembranças e algumas saudades fizeram o sanguem bombear mais rápido.

Lembra como eram?

Há quanto tempo você não deixa que emoções de "dar nó" no peito te abracem sem questionamentos?

Isso agora não vem ao caso, ouça e se leve pela música.

- Receba esta prenda.

Nenhum comentário: