O Homem a nível de motorista


O Homem- braço pra fora

O Homem-braço pra fora dirige com uma das mãos e a outra fica pro lado de fora. Geralmente ele vem com o acessório “guimba” entre os dedos. Seu banco costuma ser reclinado. Ele está sempre com um jeitão meio relaxadão, meio folgadão, com o braço pra fora, a guimba soltando fumaça. Anda sem olhar pros lados, pro retrovisor. Ele é mais ele, é espaçoso, chega em casa se joga no sofazão, joga o chinelão pra cima, coça o sacão e relaxa. Folgadão, relaxadão.


O Homem-roda presa

Esse é todo presinho, faz coco com dificuldade, tem cistite de vez em quando, toma uns remedinhos, se contorce todo pra dar uma ré, olha pra lá, olha pra cá, olha pra lá, olha pra cá, retrovisor, olha pra lá, pra cá. O sinal abre, ele está lá, grudado no volante, olho esbugalhado, olhando pra cima, pra frente, pra cima. Engata a primeira, o carro morre, ele nervoso, liga o carro, não pega. O sinal fecha e ele está lá, todo preso. E isso se reflete em toda uma vida. O Roda presa não sai do lugar, não toma iniciativa, não deslancha, tem que ser empurrado.

O Homem-pode passar

Todo bonachão, gentil, ele percorre 10 metros, vê uma velhinha fora da faixa, diminui e gesticula com um sorrisão “pode passar”. Cruzamento Garcia Davila com Barão da Torre. Ele não fecha o cruzamento ( achou estranho? No Rio de Janeiro todos fecham os cruzamentos, só o Pode passar deixa o outro passar)


O Homem-Speed Racer

Ziiiiim, lá vem ele. RRIIIRRIIRRII freia. Aproxima, gruda na bunda do outro e VUM ultrapassa. Você descabelada, segura no “putaqueopariu” ( aquele acessório que fica em cima da porta do passageiro aonde você se pendura enquanto ele faz as peripécias ao volante). O pior disso tudo é que enquanto vocês levam quinze minutos pra chegar lá, sua amiga, que namora o Homem-Segurança, leva 50 minutinhos de puro deleite, curvas suaves..bom esse tipinho está lá embaixo. Voltando ao Homem-Speed, ele se acha, mas o melhor do Homem-Speed é o irmão dele, mais cool, mais na dele. Se tem alguém que pode falar que MATCH 5, 6, é o corredor X.


O Homem-Rubinho

Uma promessa, todo mundo quer que ele se dê bem, muitos têm pena do infeliz e te empurram o Homem-Rubinho. “Ah fica com ele, é um cara legal, tão bonzinho.” Engraçado que ninguém o leva pra casa e até te olham com cara feia quando você esculacha o Homem-Rubinho. “Oh o que é isso, o Homem-Rubinho tem o seu valor, ninguém calibra um motor como ele“. Vai calibrar a mãe!

O Homem-Parei na contramão

O cara que não está nem aí pra ninguém. O “outro” simplesmente não existe pra ele, você então, minha amiga, não é nada mais que um par de faróis ou um cano de descarga, uma rebimboca, um nada. Sabe quando você está a 60 Km por hora, numa rua tranqüila e um filho da mãe entra de repente bem na sua frente e anda a 40? É o Homem-Parei na contramão, porque ele também costuma parar. Vai à Farmácia? Tem vaga, ótimo, não tem, tudo bem, ele para bem na frente da farmácia, sai do carro tranquilamente, compra o Viagra dele, você no banco do carona querendo sumir debaixo do tapete e volta na maior, passa a primeira e vai embora. Até o próximo objeto de interesse que o faça simplesmente reduzir e parar, seja aonde for.

O Homem-Segurança

Curvas suaves, ele começa na primeira e termina na quinta, tudo como manda o figurino. Ele tem ABS, não se preocupe que ele freia de mansinho. O Homem-segurança faz na hora certa, só ultrapassa com segurança, você chega lá bonita, com a pele ótima. Tem uma versão muito concorrida que é o Homem-Segurança com blindagem. Esse não deforma, não solta as tiras e não tem cheiro. É proteção total. A barra de proteção lateral dele é um espetáculo. Ele costuma ser superprotetor de carter. A cama dele é king daquelas cheia de air bags por todos os lados com fronhas cheirosas da trousseau. Ah pára.

O Homem-Tunado

Teve uma infância complicada, era um garotinho recatado, cheirava a xixi na escola. Pela saco. Cresceu, conseguiu comprar um Escort XR3 1.8 e colocou dentro dele todas as frustrações de um ensino fundamental. Você está ali toda bonita na rua tomando seu suco e ele passa com um grave que faz seus peitos dançarem. O Homem-Tunado vem também com a versão luz roxa acoplada, o que o torna um Tunado completinho. Se você é um tipo garota-fruta, uma melancia, jaca ou mesmo uma jenipapo, pode se dar bem com ele. Acende o estroboscópio do rapaz, e bota o twiter pra gritar. UHUUUUU!


O Homem e o Monstro

“Oi amor, boa noite, você está linda, entra aí.”Você entra, ele te dá um beijo. Deu a partida no carro, o bofe se transforma e vira um monstro enlouquecido. Fora do carro é um fofo, uma pessoa equilibrada. Dentro ele surta geral e parte pra briga com todo mundo. A perua que está distraída no sinal. Ele abre aporta e parte pra cima dela com uma barra de ferro, xinga velhinhos de 80 anos de filhadaputa, dá o dedo pra todo mundo. Os batimentos do Homem e o Monstro vão de 90 a 300 em um segundo. Basta ouvir a injeção eletrônica pra ele se revoltar. Pode crer que vai rolar uma ejaculação precoce.

Nenhum comentário: