Luz Negra



Sempre só
Eu vivo procurando alguém que sofra como eu... também
Mas não consigo achar ninguém

Sempre só
E a vida vai seguindo assim
Não tenho quem tem dó de mim
Estou chegando ao fim

A luz negra de um destino cruel
Ilumina um teatro sem cor
Onde estou representando o papel
De palhaço do amor

Sempre só
E a vida vai seguindo assim
Não tenho quem tem dó de mim
Estou chegando ao fim

Eu tô chegando ao fim..

Fernanda Takai

http://www.muleke-malukinho.net/nacionais/nac_f/Fernanda_Takai_-_Luz_Negra_(mm).mid

Nenhum comentário: