Arnaldo Antunes

Arnald Antunes nasceu em São Paulo, é cantor, compositor, artista plástico e escritor. Integrou o grupo Titãs de 1982 a 1992 e com ele lançou sete discos. Assinou vários sucessos em parceria com os parceiros de bandas, entre eles: “Família”, “Bichos escrotos”, “Comida”, “O pulso” e outros mais.

Seu primeiro trabalho solo, Nome, um projeto em áudio, vídeo e livro, lançado em 1993. Suas canções foram gravadas por Gilberto Gil, Jorge Benjor, Marisa Monte, Ney Matogrosso e Rita Lee. Realizou projetos especiais, como o CD O Corpo (1999), trilha para o balé do Grupo Corpo, e o CD Tribalistas (2002), ao lado de Marisa Monte e Carlinhos Brown.

Publicou os livros "Ou/e" (poemas visuais, edição do autor, 1983), "Psia" (Expressão, 1986 e Iluminuras, 1991), "Tudos" (Iluminuras, 1990), "As coisas" (Iluminuras, 1991), que recebeu o Prêmio Jabuti de Poesia em 1992, "Nome" (CD/ livro/video, BMGBrasil, 1993, relançado em DVD em 2006), "2 ou + Corpos no Mesmo Espaço" (CD/livro, Perspectiva,1993), "Os Ensaios de 40 Escritos" (Iluminuras, 2000), "Outro" (Fundação Cultural de Curitiba, 2001), obra em parceria com Josely Vianna Baptista, "Palavra Desordem" (Iluminuras, 2002). "Et Eu Tu" (Cosac & Naify, 2003), com fotos de Marcia Xavier, "Antologia" (ed. Quasi, Portugal, 2006) e "Como É que Chama o Nome Disso - Antologia" (PubliFolha, 2006).

Participou de diversas mostras de artes plásticas e de poesia visual, e vem realizando performances e leituras de poemas no Brasil e no exterior.
Referência: Wikipédia e site oficial




>Discografia:
Nome (1993)
Ninguém (1995)
O Silêncio (1996)
Um Som (1998)
O Corpo (2000)
Paradeiro (2001)
Saiba (2004)
Qualquer (2006)
Qualquer CD (2007)

Site: http://www.arnaldoantunes.com.br/

Nenhum comentário: