Romeu e Julieta










O enredo passa-se em Verona, Itália, por volta do ano 1500 e trata os amores de um casal de jovens (Romeu e Julieta), que apesar de serem provenientes de famílias rivais, se apaixonam um pelo outro.

Nesta história as lutas de espada, o disfarce, os equívocos, a tragédia , o humor e a linguagem da paixão simbolizam, no seu conjunto, o amor verdadeiro. Duas poderosas famílias (os Montagues e os Capulet) são inimigas há muitos anos. O velho Capulet,
pai de Julieta, dá uma grande festa para a qual convida todos os amigos da família.

Como é evidente, a família dos Montagues não faz parte da lista dos convidados. Entretanto, como Romeu Montagues anda interessado em Rosaline, uma jovem que foi convidada para a festa e arranja um plano para a poder ver durante essa festa. Assim, Romeu entra disfarçado na casa dos inimigos da sua família. Já lá dentro, a sua
atenção vai para Julieta, e não para Rosaline.

Apaixona-se de imediato e fica muito desiludido quando sabe que Julieta é uma
Capulet. Romeu também não passa despercebido a Julieta, mas ela não sabe que ele é um
Montagues. Mais tarde, depois de descobrir que o jovem por quem está apaixonada é o filho da família inimiga, Julieta vai para a varanda e conta às estrelas que tem um amor proibido. Romeu, escondido nuns arbustos por baixo da varanda, ouve as confissões de Julieta e não resiste.

Apresenta-se a Julieta e diz-lhe que também está apaixonado por ela. Com a ajuda de um amigo de Romeu, Frei Lawrence-, Romeu e Julieta casam-se secretamente no dia seguinte.

Os desencontros, a tragédia e o desfecho todos já conhecem pois Shakespeare escreveria uma história de amor cruel entre os amantes impossíveis e a eles, amantes de Verona se juntaram vários compositores na tentativa de descrever musicalmente este drama.

Berlioz em Sinfonia Colossal mais tarde adaptada para o balé de Maurice Béjart, Gounod com uma Ópera em 5 atos, Tchaïkowski através de várias peças. Todas de amplidão bem diferentes. E finalmente, Prokofiev no século XX escreve a música para o balé.

No entanto não podemos nos esquecer de West Side Story, que é uma espécie de transcrição feita por Leonard Bernstein da obra Shakespereana dentro da vida americana, com Bernardo e Maria fazendo os papéis de Romeu e Julieta.

Bem, a história rendeu e rende frutos, mas isso é uma outra história...

Para mim, o mais... sei lá, o mais cheio de ais:

Nenhum comentário: