Ana Carolina



Nascida em Juiz de Fora (MG) em 9 de setembro de 1974.
Sua influência musical vem do berço, sua avó cantava em rádio, seus tios-avós tocavam percussão, piano, cello e violino. Ana Carolina cresceu ouvindo ícones da música brasileira Chico Buarque, João Bosco, Maria Bethânia; na sua preferência internacional destaca-se Nina Simone, Bjork e Alanis Morrissete. Ainda na adolescência, iniciou a carreira de cantora apresentando-se em bares de sua cidade natal.

Ana deixa o curso de Letras e segue para o Rio. Em um show no Mistura Fina, Luciana de Moraes (filha de Vinícius de Moraes) encanta-se com a sua voz grave e cheia de melodia. Resultado, em apenas 15 dias, a jovem e promissora cantora assinou um contrato com a BMG.

Assim, em 1999, chega ao público de todo o Brasil o CD Ana Carolina. O CD é uma verdadeira obra de arte, resgasta os clássicos antigos da MPB (“Beatriz”, “Alguém me disse” e “Retrato em branco e preto” de Chico Buarque) passa pelo pop de Lulu Santos (“Tudo bem”) e revela Ana Carolina como compositora (“A Canção tocou na hora errada”, “Trancado”, “Armazém” e “O avesso dos ponteiros”) e também a Totonho Villeroy (“Garganta”, “Tô saindo”), que passa a ser o seu grande parceiro em composições. Foi através desse CD que Ana Carolina foi indicada ao Grammy Latino.

O segundo álbum, Ana Rita Joana Iracema e Carolina também foi um sucesso. Lançado em 2001, o nome do disco faz referência às músicas do cantor Chico Buarque, ídolo da artista mineira. Esse disco revela toda a sensibilidade e irreverência da cantora ao apresentar hits como “Quem de nós dois” e “Ela é bamba”. Estampado é o terceiro disco de Ana Carolina. Nesse CD de quinze faixas, encontra-se uma mescla de ritmos que confirmam a originalidade do seu trabalho. A personalidade forte e marcante que a cantora carrega são facilmente detectadas em treze canções de autoria própria.

Seu quarto disco foi a coletânea Ana Carolina (Perfil), que reuniu canções de sucesso dos três primeiros álbuns. O disco apresenta os maiores sucessos de Ana Carolina, com as músicas que até então marcaram sua carreira. Assim, ela lança mais um disco de destaque entre os já consagrados cantores da música popular brasileira.

Durante o projeto Tom Acústico de 2004, o show entre Ana Carolina e o cantor Seu Jorge rendeu um CD e DVD, intitulado Ana e Jorge, que só foram lançados pela gravadora Sony Music no ano seguinte e obteve ótima receptividade pelo público e críticos musicais. A música “É isso aí” atingiu o primeiro lugar nas paradas de sucesso.

A partir de agosto de 2006, Ana Carolina passou a integrar o corpo de apresentadoras do programa Saia Justa, no canal GNT. A presença da cantora e multi-instrumentista como única representante da área musical deixa o programa ainda mais interessante. Lançou em 2006 seu 6º álbum, Dois Quartos, com dois CDs, Quarto e Quartinho.

No final de 2005, a cantora se revelou bissexual, em entrevista a revista Veja, gerando polêmica e atraindo uma série de novos fãs do publico GLBTS. Ao longo da carreira, Ana Carolina ganhou muitos prêmios; o mais recente foi o prêmio Multishow 2006, nas categorias Melhor Cantora e Melhor CD (pelo trabalho “Ana e Jorge”) e o Prêmio Multishow 2007 na categoria Melhor Cantora.
Referências: Wikipedia


Discografia:
Ana Carolina (1999)
Ana Rita Joana Iracema e Carolina (2001)
Estampado (2003)
Ana & Jorge - ao Vivo (2005)
Dois Quartos (2006)

Site: htpp://www.uol.com.br/anacarolina

2 comentários:

CLAUDIO LUIZ MANETTI disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
CLAUDIO LUIZ MANETTI disse...

EU ADORO TODAS AS MUSICAS DE ANA
CAROLINA, TAMBÉM, FAZ LEMBRAR UMA MULHER LINDA QUE TIVE E QUE GOSTAVA TAMBÉM DA ANA CAROLINA
AINDA EU CHORO MUITO OUVINDO AS
MÚSICAS PARA LEMBRAR TODOS OS MOMENTOS MARAVILHOSOS QUE TIVE !
NOME DELA!MARIA ALICE!AINDA
AMO MUITO!
ANA-CAROLINA GOSTARIA MUITO CONHECE-LA PESSOALMENTE ! NÃO SEI SI VOU CONSEGUIR !
ALEGRIA DE SABER QUE ELA EXISTE SUPERA A TRISTEZA DE NÃO PODER
AO SEU LADO ! BEIJOS DE SEU FÃ CLAUDIO L. Obrigado !
EMAIL:claudioluiz.manetti@yahoo.com.br

3:31 PM