O Fabuloso Maurício

Terry Pratchett é o autor da série Discworld e parceiro habitual de Neil Gaiman. O Fabuloso Maurício( The Amazing Maurice) se passa no Discworld, mas quase nenhuma referência é feita a isso - na verdade poderia se pensar que acontece no nosso Universo comum, se o Universo comum comportasse uma Universidade Invisível onde os ratos que fuxicam o lixo adquirissem, de repente, a capacidade de raciocinar e falar.

"Como disse o fabuloso Maurício, era só uma história sobre pessoas e ratos. E a parte difícil era diferenciar as pessoas dos ratos."

Maurício é um gato que adquiriu os mesmos dons e lidera o bando de Roedores Letrados e o garoto-com-cara-de-bobo. Eles viajam de cidade em cidade aplicando o golpe da praga dos ratos. O garoto é o flautista rateiro que o governo [denominação que Maurício dá para qualquer autoridade] contrata para atrair os ratos para fora da cidade, onde dividem o dinheiro. O golpe funciona perfeitamente até chegarem à cidade de Panqueca Estragada. O rato-filósofo Perigoso Feijão começa a questionar o plano de Maurício, a liderança de Fiambre Suíno [o rato-líder], a ter dúvidas existenciais.

"... nós não sabíamos que as sombras estavam lá, até vermos a luz."

O alvo do livro é um público mais novinho, mas nada impede que adultos leiam e se divirtam com as centenas de referências que o autor sempre acrescenta nas histórias. Como alguém na comunidade Discworld Brasil disse uma vez, Terry Pratchett escreve em camadas. Uma criança que lê Pratchett hoje pode reler daqui a 10 anos e encontrar um livro totalmente novo.

E um adulto que não leu Pratchell, nunca saberá o que perdeu. Caras e bocas de "mochocho" a parte, o livro é imperdivel.

Nenhum comentário: