Beijos, beijos de cinema

À BEIRA DO ABISMO
Casados na vida real, Humphrey Bogart e Lauren Bacall imitaram a realidade em vários filmes em que atuaram juntos, como em À Beira do Abismo, de 1946, no qual fazem o par romântico.


UM CORPO QUE CAI
diretor Alfred Hitchcock, mais uma vez fez sua fórmula se transformar em marca registrada.Uma bela mulher, quase sempre loira, protagoniza uma história misteriosa e confunde a vida do galã. Em Um Corpo Que Cai, James Stewart é um detetive que se envolve com Kim Novak, uma das mulheres mais festejadas do cinema.


A UM PASSO DA ETERNIDADE
Burt Lancaster e Beborah Kerr protagonizaram essa cena, uma das mais belas do cinema, em 1953. O beijo ardente numa praia do Havai arrancou suspiros dos mais apaixonados. A película de Fred Zinneman ganhou 8 Oscars, inclusive o de melhor filme.


PRIMEIRA NOITE DE UM HOMEM
Marco dos anos 60, o filme continua pungente e engraçado. Deu a Mike Nichols o Oscar de melhor diretor, em 1967, e projetou Dustin Hoffman. Ele interpreta um estudante seduzido por uma mulher de meia-idade, Anne bancroft, a Mrs. Robinson da música de Simon e Garfunkel.


OS IMPLACÁVEIS
Adrenalina é a receita de romance de Steve McQueen e Ali MacGraw no filme de ação rodado em 1972 pelo diretor Sam Peckinpah. No papel de um preso que não consegue aliberdade condicional, McQueen se alia a MacGraw em um plano de fuga e roubo a banco.


A FORÇA DE UM AMOR
Jim McBride dirigiu, em 1983, os atores Richard Gere e Valerie Kaprisky nesta versão do filme rodado previamente em 1959 por Jean-Luc Godard. Não faltam beijos e cenas calientes na releitura do romance entre o charmoso malandro e a estudante.


JANELA INDISCRETA
Antes de virar princesa de Mônaco, Grace Kelly ocupou o trono de rainha dos filmes de suspense de Alfred Hitchcock. Aqui, com James Stewart, numa cena romântica com o fotógrafo que pensa assistir pela janela um assassinato no apartamento em frente.

AMA-ME COM TERNURA
Na estréia do rei do rock, Elvis Presley, no cinema, não faltou ramantismo. O herói disputa com o irmão o amor de uma mesma mulher, Debra Paget. Enbaladas pelas músicas do cantor, as fãs deliraram com o beijo e muitas voltaram ao cinema só para ver a cena mais uma vez.


AS MALÍCIAS DO AMOR
Dirigido por Édouard Molinaro, o filme traz Anthony Perkins no papel de um espião russo escalado para se apoderar de ducumentos falsos. Mesmo com a ajuda de sua namorada, papel de Brigitte Bardot, ele se mostra inepto para a tarefa. O título original do filme é Um Idiota Encatador.


BONITINHA MAS ORDINÁRIA
Baseado na peça de Nelson Rodrigues, o filme, rodado em 1981, narra a história do rapaz, que se casa por dinheiro com a mocinha, que tinha sido violentado por marginais. O drama pesado ganha tempero picante com a interpretação de José Wilker e Lucélia Santos, esbanjando juventude na época.


OS CAFAJETES
O filme de Ruy Guerra, com Jece Valadão e Lucy Carvalho, provocou um escândalo quando foi lançado, em 1962, por cousa das cenas eróticas. Na foto, o beijo do casal é um dos mais sensuais da filmografia do diretor, que participou do Festival de Cannes com Estorvo.

Nenhum comentário: